Um pouco da história de Frutal (Minas Gerais)

A história de Frutal mostra como aos poucos a mesma foi crescendo no cenário Brasileiro e como ela ainda pode alcançar muito mais na jornada rumo ao desenvolvimento. A cidade de Frutal pertencente ao estado de  Minas Gerais hoje esta crescendo e consequentemente alavancando sua economia, mostrando que tem muito potencial e que ainda existem várias mudanças por acontecer. Logo abaixo segue a história encontrada no site da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais que cita outra fonte (Secretaria da Cultura em 01/10/1999 ) detentora do artigo original.

História de Frutal

O grande número de frutos silvestres na região inspirou o nome do atual município, cujas origens estão ligadas a um modesto rancho de capim e taipa, onde em 1835 fixou residência Antônio de Paula e Silva, o pioneiro. Mantendo até hoje, como sua principal atividade econômica, a pecuária de corte, é também destacado produtor de frutas, principalmente o abacaxi.

A população prestigia e participa de sindicatos, associações e instituições variadas, dedicadas à cultura ou à assistência médico-social. A história do município começa com a chegada à região, por volta de 1835, de um homem chamado Antônio de Paula e Silva. O forasteiro é reconhecido como o fundador do povoado às margens do rio Grande. O lugar, chamado Carmo de Frutal, Nossa Senhora do Carmo do Frutal e, finalmente Frutal, foi emancipado em 1885.

Segundo a tradição, o nome se deve ao fato de que os moradores da região se referiam às jabuticabas apenas como frutas, chamando de Patrimônio das Frutas o local que cresceu nas proximidades das jabuticabeiras. A festa de São Sebastião, com barracas de comidas e bebidas típicas, danças regionais e apresentações de artistas locais, é um dos eventos que se destacam no variado calendário festivo da cidade.

Fonte:  http://almg.gov.br

No reviews yet.

Leave a Reply